Brasilia / DF - segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Artigos


Medical Journal - quarta-feira, 18 de agosto de 2010
Atalho: 5JPZTSO

Colesterol varia durante ciclo menstrual, em estudo do Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism


Colesterol varia durante ciclo menstrual, em estudo do Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism

 

O objetivo do estudo, publicado pelo Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, foi observar a associação entre o estrogênio endógeno e as variações das lipoproteínas ao longo do ciclo menstrual. Observou-se um efeito benéfico deste hormônio1 no perfil lipídico2.

 

Estudo prospectivo de coorte3, realizado na University at Buffalo, incluiu 259 mulheres saudáveis, com ciclos menstruais regulares e com idades entre 18 e 44 anos. Os níveis de colesterol4 total, HDL colesterol5, LDL colesterol6 e triglicérides7 foram medidos mais de oito vezes durante cada ciclo menstrual por mais de dois ciclos.

 

Os níveis de colesterol4 total e LDL8 ficam mais baixos durante a fase lútea, comparados às suas medidas na fase folicular, e os níveis de HDL9 são mais altos perto da ovulação10, quando acontece o pico do estradiol durante o ciclo menstrual. Mais mulheres são classificadas acima das taxas de referência (LDL8 130 mg/dL11 ou colesterol4 acima de 200 mg/dL11) quando as medidas são realizadas durante a fase folicular.

 

Concluiu-se que o estrogênio endógeno, assim como o exógeno, parece ter efeitos benéficos sobre o perfil lipídico2. Como o colesterol4 varia ao longo do ciclo menstrual, considerações sobre as variações cíclicas nos níveis das lipoproteínas podem ser necessárias para interpretação de estudos na idade reprodutiva feminina e no manejo clínico do colesterol4 das mulheres.


Fonte: Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism – Publicação online de 9 de junho de 2010